Seja bem-vindo!

Estefanie Ribeiro

Psicoterapia adultos e adolescentes Palestras e cursos Produção de conteúdo

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Como lidar com a ansiedade?

  • julho 12, 2017
  • - Por Psicóloga Estefanie Ribeiro

A ansiedade, em si, é algo inerente à condição humana e possui um papel e uma função em nossa vida. A ansiedade é uma excitação positiva, que nos conduz à ação. É ela que nos coloca em alerta para atravessarmos a rua, é ela que nos faz pensar e escolher uma roupa para determinado evento... A questão se torna um "problema", ou um incômodo, quando essa carga de energia se torna contida e engarrafada e, ao invés de nos impulsionar à ação, ela nos paralisa.
A ansiedade tem sempre ligação com o futuro, é uma relação de tensão entre o agora e o depois. O ansioso vive em um vácuo: ele não está no presente e nem está no futuro. Quando saímos do agora e nos projetamos para o futuro nos enchemos de excitação, uma excitação que é sentida e vivenciada como ansiedade. 
O objetivo deste texto, desta troca, porém, não é fazer mais um das mil definições do que seja ansiedade. Se você vivencia um quadro de ansiedade, é possível que já saiba todos os sintomas e já tenha lido bastante sobre ela. O que quero também com esse texto não é dar 5 passos mágicos para driblar a ansiedade da noite para o dia. O que venho trazer são REFLEXÕES. 
Para começar, gostaria de dizer que é importante sim termos perspectivas, projeção de futuro, prospecções, pois é isso que nos faze planejar nosso futuro. A princípio é algo saudável, mas planejar o futuro não significa que devamos VIVER nele. 
O ponto chave que nos ajuda a lidar com a ansiedade e construir o futuro que tanto buscarmos prever é nos voltarmos para o "aqui-agora" (também conhecido como PRESENTE), através do seguinte questionamento: o que eu posso fazer AGORA? Não hoje, mas AGORA, neste exato segundo de tempo em que estou vivendo e respirando. O que é POSSÍVEL ser feito? Já adianto que isso não deve ser interpretado e vivenciado como um gatilho de mais ansiedade por ter que responder a essa pergunta, mas como uma forma de nos determos no presente. Só e somente só no tempo presente é que as coisas acontecem. Como bem afirmou Gilberto Gil: “O melhor lugar do mundo é aqui e agora”.
Quando você está vivenciando um momento de ansiedade, você consegue focar no presente? Você consegue ler um livro, compreendendo cada palavra, linha e parágrafo? Você consegue conversar com uma pessoa prestando a atenção em cada palavra dela? Você consegue sentir seu corpo e as sensações (batimento cardíaco, respiração)? A ansiedade nos tira do tempo presente e nos faz nos alienarmos de nós mesmos, de nossas sensações físicas, de nossas emoções. E é só no momento presente que poderemos construir o futuro que tanto almejamos. Como realizaremos coisas se estamos ausentes do momento presente, esperando que o futuro se construa por si só? Muitas vezes a ansiedade aparece como forma de auto-sabotamento: nos projetamos no futuro, esperamos o momento perfeito, certo e exato para realizarmos algo, planejamos tudo e nunca executamos. 
Ok, mas essa coisa de nos voltarmos para o presente ajuda muito em casos onde as coisas dependem de nós. Mas você deve estar se perguntando: e quando elas não dependem? E quando a situação futura é completamente IMPREVISÍVEL e "IMPLANEJÁVEL"? Bem, a ansiedade também pode aparecer quando sabemos que algo que está por vir não está sob nosso controle. E aí precisamos lidar com esse desejo de estar controlando tudo a todo momento. Podemos nós controlar o tempo, controlar todos os acontecimentos inerentes à vida, controlar as outras pessoas, suas ações e pensamentos?
Para aprender a lidar com a ansiedade precisamos aprender a lidar com o TEMPO. E não digo lidar com o tempo cronológico, as 24h do dia, fatiar nosso tempo em cronogramas e planejamentos (eles ajudam sim, mas não bastam). Com "lidar com o tempo" quero dizer que precisamos mudar a maneira como VIVENCIAMOS o tempo, como encaramos o tempo, o que estamos fazendo com esse tempo.

Não existe uma fórmula, uma resposta, a ansiedade aparece na vida de cada pessoa de uma forma diferente e com uma "função" diferente. O processo de terapia ajuda a pessoa a estar consciente de seu padrão de ansiedade, quando ele aparece, como e para que, e a partir daí pode operar mudanças e transformações, se assim desejar, com o acompanhamento do psicólogo.

Para finalizar, gostaria de deixar como reflexão um belo poema de Viviane Mosé sobre o Tempo:

VIDA/TEMPO

Quem tem olhos pra ver o tempo
Soprando sulcos na pele
Soprando sulcos na pele
Soprando sulcos?
O tempo andou riscando meu rosto
Com uma navalha fina
Sem raiva nem rancor.
O tempo riscou meu rosto com calma
Eu parei de lutar contra o tempo
ando exercendo instantes
acho que ganhei presença.
Acho que a vida anda passando a mão em mim.
A vida anda passando a mão em mim.
Acho que a vida anda passando.
A vida anda passando.
Acho que a vida anda.
A vida anda em mim.
Acho que há vida em mim.
A vida em mim anda passando.
Acho que a vida anda passando a mão em mim.
E por falar em sexo
Quem anda me comendo é o tempo
Na verdade faz tempo
Mas eu escondia
Porque ele me pegava à força
E por trás.
Um dia resolvi encará-lo de frente
E disse: Tempo,
Se você tem que me comer
Que seja com o meu consentimento
E me olhando nos olhos
Acho que ganhei o tempo
De lá pra cá
Ele tem sido bom comigo
Dizem que ando até remoçando.


Gostou? Quer mais textos? Comente aqui!

Para agendar um atendimento ou tirar dúvidas, basta entrar em contato através do telefone (24) 99909-2528, via Whatsapp (clique aqui) ou pelo email contato@estefanieribeiro.com

Psicóloga formada pela UFF, mestranda em Psicologia pela UFRRJ atuando com Psicoterapia para adolescentes e adultos em consultório particular pela abordagem gestáltica. CRP: 05/52172 - Contato: (24) 99909-2528 e contato@estefanieribeiro.com. Me acompanhe no Instagram, basta clicar no símbolo abaixo ⬇

0 comentários:

Postar um comentário

@psicologa.estefanieribeiro
(24) 99909-2528
Volta Redonda, RJ

Entre em contato comigo